Sou escritor, não sei fazer marketing, e agora?


Em uma era de ouro antiga, tudo que um escritor tinha que fazer era escrever; ele produzia páginas, apresentava-as a um editor e deixava que os outros se preocupassem com promoção e publicidade.

Esses dias já se foram.

Hoje, os escritores devem ser seus defensores, profissionais de marketing e promotores mais fervorosos. A autopromoção é tão essencial para o sucesso da escrita quanto qualquer ferramenta na caixa de ferramentas de escrita.

Todos nós sabemos a importância da autopromoção,

mas muitos de nós somos horríveis nisso.

Somos conscientes em todos os outros aspectos do nosso ofício. Delineamos, arranjamos tempo para escrever, editamos e fazemos tudo o que podemos para que nosso trabalho se destaque. Exceto autopromoção.

Para alguns escritores afortunados, a autopromoção é tão natural quanto respirar. Para outros (especialmente introvertidos como eu) é uma tarefa difícil , mas que deve ser feita e bem feita.

Os desafios da autopromoção

Natureza

Em seu livro O poder dos quietos em um mundo que não pode parar de falar , Susan Cain escreve:

"Para avançar em nossas carreiras, devemos nos promover sem nos abalar. Os autores cujos livros são publicados - uma vez aceitos como uma raça reclusa - agora são examinados por publicitários para garantir que estejam prontos para o talk show.”

Se você é um introvertido natural, provavelmente não é da sua natureza chamar a atenção para si mesmo. Claro, você é capaz de ficar no centro das atenções quando é absolutamente necessário, e provavelmente é bom nisso quando o faz, mas fica muito mais confortável trabalhando nos bastidores.

Nutrir

Alguns de nós são criados para não se destacar, então nos esforçamos para postar essa atualização no Facebook sobre a ótima avaliação que acabamos de receber, por favor.

Velho medo da rejeição

Ninguém quer se colocar lá fora e ouvir apenas grilos. Todos nós, de alguma forma, queremos a aprovação dos outros, então quando compartilhamos nosso trabalho e obtemos uma resposta negativa - ou pior, nenhuma resposta - é doloroso. Então, pensamos, por que tudo isso?