top of page

A Nova Era: Autores de Ebooks que ganham muito dinheiro!




Hoje em dia já existem grandes estrelas no ramo da autopublicação digital. Mas a verdade é que muitos autores que não aparecem nas listas dos “mais vendidos” (conhecidos como autores “midlist”), eles são autores de ebooks desconhecidos que ganham um bom dinheiro!


Bem vamos falar de alguns gringos que faturam alto como Amanda Hocking, temos um artigo incrível dessa autora no blog Joe Konrath e John Locke. Estes casos de sucesso merecem destaque, mas devemos levar em consideração que os mesmos representam exceções do novo mercado editorial (tanto quanto Stephen King e Stephenie Meyer são casos atípicos de vendas entre os autores publicados pelas editoras tradicionais). A maioria dos autores não tem a ambição de atingir a marca dos 100 mil livros vendidos em um único mês, mas podem chegar a vender entre 800 e 20.000 e-books. Em se tratando de publicações tradicionais, esses números são considerados extraordinários. Mas o simples fato de que cada vez mais autores chegam a essa marca hoje em dia (vendendo mais livros a cada mês) nos mostra que os números acima são agora comuns para vendas na internet.

Os autores no ramo da autopublicação não somente estão vendendo bem em formato digital, mas também estão recebendo mais por cópia comercializada. Estamos falando de 70% de ganhos em royalties e isso e é formidável. Estamos na era em que autores de ebooks ganham dinheiro!


Momento decisivo


Autores de ebook que ganham dinheiro não são mais entidades raras. Eles são donos dos seus narizes e controlam tudo através da robusta plataforma da Amazon. E isso é global. Aqui, em terras tupiniquins, temos exemplos fabulosos de sucesso em vendas e páginas lidas. A Nova Era está em andamento e não parece ter prazo para acabar.


Não são um ou dois autores que conseguem faturar alto com seus ebooks. Autores de ebooks que ganham dinheiro na Amazon são muitos e as quantias são formidáveis. Até mesmo desconhecidos do grande público vem faturando muito bem. Até pessoas públicas como Leandro Karnal. Vamos ver alguns casos de autores de ebooks nacionais que ganham muito dinheiro:



Cora Menestrelli é um caso que ilustra bem o autor desconhecido, mas que já conquistou seu nicho de público-leitor, provavelmente você nunca ouviu falar dela. Ela tem cerca de 9.000 seguidores no Instagram. Publicou diversos ebooks na Amazon como O Que Você não Vê e Metanoia. Com mais de 20.000 ebooks vendidos e muitos livros físicos também é um dos tantos exemplos das possibilidades da publicação independente.



O jovem Mark Miller é escritor pela manhã, estudante de medicina pela tarde, e leitor voraz pela noite. Nasceu na região norte, mas mudou-se para São Paulo aos 14 anos de idade. Sua série Garotos Mortos já vendeu mais de 12.000 livros entre ebooks e livros físicos na Amazon. E tem uma grande quantidade de fãs que dispensam comentários como:

"Para aqueles que tiveram um Ensino Médio infernal e conseguiram sobreviver. Se esse livro prova alguma coisa... é que nem todos conseguem ;)" Essa novela curtinha, que dá para devorar em 1h, marca o começo do Eastverso com muito suspense, drama, adolescentes fazendo péssimas escolhas tudo isso em um clima de volta às aulas. se você pensa que em poucas páginas não vai ter ação, você está muito enganado!!



O caso de Juliana Dantas já se consagra um caso de best-seller, entra para uma lista que cresce a cada dia de autores de ebooks que ganham muito dinheiro. Uma realidade extraordinária que muitos autores nacionais desconhecem.

Dos seus 32 livros, a maioria autopublicado, 7 chegaram ao primeiro lugar dos e-books mais vendidos da Amazon entre todos os gêneros. Em 2019, seu livro "No Silêncio do Mar" saiu pela gigante Harper Collins

Não que isso seja o maior selo de reconhecimento da carreira de Juliana: com 80 milhões de páginas lidas no Kindle Unlimited, isso significa que ela já embolsou ao longo desse período mais de R$ 700 mil. Sim você ouviu certo 700.000 mil reais se considerarmos um ganho de cerca de R$ 0,01 por página lida no Kindle.


A autora afirma que nunca havia se imaginado vivendo de livros. "Em 2016 publiquei meu primeiro livro. Em dois dias estava em primeiro na lista de livros eróticos e em dez dias ganhei o dobro do meu salário numa editora. Quando meu terceiro livro chegou em primeiro na lista geral, pedi demissão."...


Jéssica Macedo, de 24 anos, só em 2019 publicou 15 títulos eróticos, dois deles em primeiro lugar na lista de mais vendidos. Ela sempre sonhou alto: Quando publiquei o primeiro livro, em 2010, achava que chegaria em todos os leitores e que seria fácil. Foi frustrante de descobrir que não era assim. A desilusão não durou muito. Hoje, ela tem 40 milhões de páginas lidas e uma rotina de 6 a 8 horas de escrita por dia...



Mas o maior fenômeno do gênero do Brasil é Nana Pavoulih, 46. Ela acumula 120 mil e-books vendidos e 95 mil cópias físicas. Já publicou por grandes editoras como Rocco e Planeta, tem contrato com a plataforma de audiobooks Storytel e vendeu direitos de suas obras para o cinema e para a TV Globo.


Seu faturamento dos últimos 5 anos foi demais de R$ 2 milhões.

“Amo o que eu faço. Quando eu escrevo me divirto, me excito, rio, choro, é uma coisa muito rica, muito viva. A sexualidade se tornou muito mais livre com a literatura erótica. Nana Pauvolih... –



E se você pensa que são só histórias adolescentes ou aventuras eróticas que vendem muito pela loja Kindle esse sistema que torna sonhos possíveis, essa plataforma democrática à autopublicação têm livros como do prestigioso Leandro Karnal, o seu Todos contra Todos: o ódio nosso de cada dia vendeu cerca de 7.000 ebooks e no total de 8 milhões de páginas lidas.






Somos a editora e agência que mais contribui para o crescimento do escritor independente. Possibilitando que através de nossos serviços ele tenha uma jornada profissional. Nos acompanhe se inscrevendo aqui.





300 visualizações0 comentário
bottom of page