top of page

As dores e tragédias na vida de grandes escritores e a força para continuar escrevendo




Stephen King: Em 1999, Stephen King foi atropelado por um carro enquanto caminhava perto de sua casa em Maine. O acidente deixou-o com lesões graves, incluindo fraturas no quadril e em várias costelas, além de lesões na coluna vertebral e no pulmão. Ele teve que passar por várias cirurgias e ficou acamado por um tempo. Apesar das dores e das dificuldades, King continuou a escrever enquanto se recuperava. Ele usou a escrita como uma forma de escapar da dor física e mental e eventualmente voltou a publicar romances de sucesso.


Virginia Woolf: Woolf sofria de transtorno bipolar e depressão, o que tornava difícil para ela escrever às vezes. Ela teve vários episódios de doença mental ao longo de sua vida e eventualmente cometeu suicídio em 1941. No entanto, Woolf continuou a produzir obras influentes como "Mrs. Dalloway" e "To the Lighthouse". Ela também escreveu sobre suas próprias lutas com a doença mental em seu ensaio "Um Teto Todo Seu".


Ernest Hemingway: Hemingway lutou contra a depressão e o alcoolismo durante grande parte de sua vida adulta. Ele teve uma vida tumultuada, incluindo seu serviço durante a Primeira Guerra Mundial e sua vida como correspondente de guerra durante a Segunda Guerra Mundial. Ele também sofreu várias lesões e doenças ao longo dos anos. No entanto, Hemingway ainda conseguiu escrever obras-primas como "O Velho e o Mar" e "Por Quem os Sinos Dobram". Ele eventualmente cometeu suicídio em 1961.


J.K. Rowling: Rowling lutou contra a depressão e a ansiedade enquanto escrevia os livros de Harry Potter. Ela também enfrentou dificuldades financeiras e era mãe solteira antes de alcançar o sucesso. Rowling teve a ideia para Harry Potter enquanto estava em um trem a caminho de Londres e começou a escrever o primeiro livro da série logo depois. Ela usou a escrita como uma forma de escapar das dificuldades em sua vida e eventualmente se tornou uma das autoras mais bem-sucedidas da história.


F. Scott Fitzgerald: Fitzgerald lutou contra o alcoolismo e teve problemas financeiros durante grande parte de sua vida adulta. Ele teve um relacionamento tumultuado com sua esposa, Zelda Fitzgerald, que também sofria de doença mental. No entanto, Fitzgerald escreveu clássicos como "O Grande Gatsby" e "Ternura Brutal". Ele morreu em 1940, aos 44 anos, de um ataque cardíaco.


Sylvia Plath: Plath lutou contra a depressão e a ansiedade por grande parte de sua vida adulta. Ela também teve um relacionamento tumultuado com seu marido, o poeta Ted Hughes. Plath continuou a escrever poesia influente, incluindo seu livro "Ariel", mas infelizmente cometeu suicídio aos 30 anos. Sua obra foi reconhecida postumamente como uma das mais importantes do século XX.


Emily Dickinson: A vida da poeta Emily Dickinson foi marcada por doenças físicas e emocionais. Ela sofria de enxaquecas, tonturas e problemas de visão, além de ser reclusa e introvertida. Apesar disso, ela escreveu quase 1800 poemas, muitos dos quais foram publicados após sua morte em 1886. Ela é conhecida por sua poesia reflexiva e introspectiva, que aborda temas como morte, amor e natureza.


Gabriel García Márquez: Márquez lutou contra o câncer e a demência nos últimos anos de sua vida. Ele ainda escreveu um último livro, "Memórias de Minhas Tristes", que foi lançado pouco antes de sua morte.


Toni Morrison: Morrison lutou contra o racismo e o sexismo ao longo de sua carreira e vida. Ela continuou a escrever romances poderosos, como "Amada" e "Paraíso", apesar das dificuldades que enfrentou.


Truman Capote: Além de lutar contra o alcoolismo e o vício em drogas, Capote também sofreu com a perda de pessoas importantes em sua vida, como sua mãe e sua amiga de infância, Harper Lee. Ele também enfrentou dificuldades em finalizar alguns de seus trabalhos, o que causou estresse e ansiedade. No entanto, ele escreveu obras literárias que tiveram grande impacto, como "A Sangue Frio" e "Bonequinha de Luxo". Ele faleceu em 1984 aos 59 anos de idade.





46 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page