Como 9 grandes autores quase falharam e por que você não deve jogar a toalha.



Há momentos em que não importa o que fazemos, parece que as coisas não estão funcionando. Você pode implementar tudo o que aprendeu, mas parece que não chega a lugar algum. Esta é uma realidade frustrante. No entanto, aqui estão as boas notícias: você, meu amigo, não está sozinho!

Você sabia que existem vários autores e criadores incrivelmente famosos que estavam no mesmo barco que você em algum momento de sua carreira? Esses grandes autores e criadores, em um ponto ou outro, foram considerados "fracassos" por si e pelos outros.

Depois de passar pelo fracasso, e não permitir que ele o afogue, mas sim o tornar mais forte, você obterá maior sucesso do que sonhou!


Como 9 criadores e autores incríveis ficaram desencorajados mas mantiveram a perseverança.


Vou dar uma olhada em alguns autores e criadores incríveis que todos nós amamos hoje e ver como eles falharam antes de serem bem-sucedidos. Deixe que os fracassos e o sucesso inevitável que vemos agora sejam uma inspiração incrível para você hoje.


Foi dito a Walt Disney que lhe faltava imaginação. O homem que criou muitas histórias, um império épico e parques temáticos em todo o mundo já foi considerado como não tendo muita imaginação. Está certo; o criador do Mickey Mouse foi desacreditado e alguns produtores (mais de um) disse a ele que não tinha imaginação. Você consegue imaginar onde todos nós estaríamos se ele escutasse isso e não criasse o império que todos conhecemos e amamos hoje? Ele também teve várias outras falhas, incluindo melhores amigos deixando o Walt Disney Studios para competidores e até mesmo roubando seu trabalho original, Oswald, o Coelho da Sorte. Foi depois que Oswald foi roubado que ele criou o Mickey Mouse, que é definitivamente o rato mais popular do mundo.


Albert Einstein e o problema da aprendizagem tradicional. Embora Einstein não seja um escritor de ficção, seus trabalhos trouxeram um incrível avanço no campo da ciência. Temos muitas de nossas teorias e até provas de vários aspectos científicos por causa dele. No entanto, Einstein era péssimo com o aprendizado tradicional e muitos pensavam que ele não iria muito longe. Isso pode servir pra você quando vê certos olhares para o que você escreve... Se ele tivesse deixado seus problemas atrapalharem, não teríamos muitos dos avanços científicos que temos hoje, nem nenhum de seus incríveis trabalhos acadêmicos.


JK Rowling escreveu Harry Potter sem muito plano de sucesso. Quando JK Rowling escreveu Harry Potter pela primeira vez , ela estava vivendo como mãe solteira em assistência social. Foi uma vida difícil para ela, mas ela decidiu começar a escrever. Ela criou o mundo bruxo, mas, segundo ela, foi rejeitada "muitas" vezes por diferentes editores. Ela continuou, no entanto, mesmo que não tivesse necessariamente as finanças necessárias para enviar tantos manuscritos. Fico especialmente feliz por ela ter continuado, porque talvez nunca tivéssemos conhecido o Garoto que Sobreviveu, experimentando um mundo de fantasia incrível a apenas alguns quilômetros da vida normal. Além de rejeições para Harry Potter, Rowling também enfrentou várias rejeições como Robert Galbraith, seu pseudônimo de O Chamado do Cuco . Que ótimo exemplo de "continue tentando". Agora, Harry Potter é um golias no mundo do marketing , oferecendo a escritores e empresas uma incrível inspiração de marketing.


Charles Darwin foi considerado apenas na média. A evolução teve um passado longo e contencioso, com muitas pessoas discutindo sobre sua reputação. O que muitas pessoas não percebem é que o pai da evolução, Charles Darwin, era considerado um estudante comum, na melhor das hipóteses, e abandonou um diploma e uma carreira em medicina para se tornar um pastor. No entanto, ele encontrou um interesse significativo na natureza e começou a viajar pelo mundo para entendê-lo melhor. Ao fazê-lo, ele apresentou sua teoria e publicou a agora popular e infame A Origem das Espécies . Independentemente da posição de alguém sobre a evolução, é difícil negar que esse aluno "médio" tenha causado um enorme impacto no mundo da ciência e ajudou a criar uma visão diferente da natureza.


Dr. Seuss teve seu primeiro livro rejeitado 27 vezes. Dr. Seuss escreveu diversos livros infantis e vendeu mais de 100 milhões de cópias, mais conhecido pelos personagens Grinch e Horton. Todos nós temos aquele livro que nos ajudou a passar por momentos difíceis ou pelo menos um que era nosso favorito da infância. Mas você sabia que o primeiro livro do Dr. Seuss foi rejeitado 27 vezes? Mas depois que aceitaram ele vendeu 100 milhões de exemplares em 18 idiomas diferentes.


Stephen King jogou fora os primeiros rascunhos de Carrie e foi rejeitado 30 vezes. Você leu Carrie ? Se você é um fã de horror, provavelmente já ou já viu o filme. É uma história grande e assustadora que é definitivamente um clássico no mundo do terror. Antes de se tornar o sucesso de hoje, Stephen King ficou muito frustrado e jogou fora os primeiros rascunhos do romance. Além disso, quando ele finalmente terminou, foi rejeitado 30 vezes diferentes. É improvável que tenhamos conhecido esse império épico de terror se não fosse sua esposa Tabitha King. Ela fez questão de ajudar, aliás foi ela que retirou o original do lixo e incentivou Stephen a continuar. E todos podemos agradecê-la pela maravilha e pelo horror de um universo de Stephen King.


Margaret Atwood falhou em escrever um romance de férias. Margaret Atwood é uma deusa definida entre os escritores de fantasia e ficção científica, e talvez nunca tivéssemos recebido a maravilha de O conto da Aia se não tivesse deixado de escrever outro livro . Ela foi assistir a pássaros o que gostava de fazer, e escrever livros e apenas um aspecto desse feriado foi bem-sucedido - observar pássaros. Ela lutou para escrever seu romance e acabou parando. Foi logo depois de interromper o romance que ela começou o terrível romance distópico O Conto da Aia, que ainda hoje está assustando o público.


O último homem de Mary Shelley foi esculachado por críticos. Todos conhecemos o impressionante trabalho de Mary Shelley, Frankenstein , que foi e ainda é uma parte incrível da literatura de ficção científica antiga. No entanto, um de seus livros que não recebe a aclamação que merece, O Último Homem foi frequentemente criticado por críticos, mas provou ser tão poderoso quanto Frankenstein . O livro até desapareceu das prateleiras após a edição americana de 1833, mas acabou sendo impresso novamente em 1965.


Os editores não estavam dispostos a publicar O Senhor dos Anéis, de JRR Tolkien . Quando se tratava de publicar a maciça e clássica obra de JRR Tolkien, O Senhor dos Anéis , os editores não tinham certeza se realmente funcionariam. De fato, O Senhor dos Anéis era originalmente um livro enorme. Os editores acabaram dividindo o livro na trilogia agora infame, que não era a ideia favorita de Tolkien. Seus editores estavam preocupados com a perda de milhares de libras tentando vender esse trabalho também. Depois de todo o medo, A Sociedade do Anel publicou uma impressão de 3.500 e esgotou-se nas primeiras 6 semanas, o que foi um marco na publicação da época. Você não está feliz que os editores e Tolkien tenham ficado com os livros? Não temos apenas uma série épica de livros, mas alguns ótimos filmes para O Senhor dos Anéis.


O que você pode aprender com esses autores?


Agora que você viu algumas coisas que aconteceram com alguns dos autores e criadores favoritos do mundo ao longo de suas carreiras, você deve estar se perguntando o que pode aprender com eles. Há muitas coisas diferentes que você pode aprender, mas algumas coisas que se destacam para mim são:


  • Só porque você não conseguiu algo não significa que você nunca conseguirá. Para muitos desses autores, simplesmente não parecia que muita coisa iria acontecer com eles ou com suas histórias. Você pode imaginar o que teria acontecido se JK Rowling nunca tivesse pressionado Harry Potter ou como seria o mundo sem JRR Tolkien? Use a paixão e a dedicação deles para ajudá-lo a alcançar os objetivos de venda de seus livros.

  • Se você desistir agora, o que você está perdendo mais tarde? Desistir pode ser fácil em muitas situações, especialmente após várias falhas. No entanto, desistir pode significar perder algo incrível no futuro. Não deixe que suas falhas o impeçam.

  • Continue trabalhando e aprenda com falhas específicas. O ponto acima fala sobre não desistir, mas o que você deve fazer com falhas específicas? Você deve ter a chance de aprender algo com elas. Cada falha é uma lição e pode ajudá-lo a aprender exatamente o que você precisa fazer para melhorar sua caminhada de escritor.

Se gosta de postagens como essa se inscreva em nossa lista para receber nossa newsletter exclusiva- Assinar

0 visualização