top of page

“Encontros com Autores” do Prêmio Jabuti


De 21/09 até o início de dezembro, série de eventos receberá Luiza Romão, Pedro Bandeira, Aline Bei, Itamar Vieira Jr, Jeferson Tenório e Conceição Evaristo


A Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o Theatro Municipal de São Paulo iniciam no próximo dia 21 de setembro a série “Encontros com Autores 2023”, que integra a celebração dos 65 anos do Prêmio Jabuti. Os encontros acontecerão no Salão Nobre do Theatro, no Centro de São Paulo.

Ganhadora do Prêmio Jabuti 2022, Luiza Romão abrirá a série “Encontros com Autores” de 2023, realizada pela CBL em parceria com o Complexo Theatro Municipal e Sustenidos. A mediação do encontro de abertura ficará por conta do repórter de Cultura Ruan de Sousa Gabriel, do jornal O Globo. Com previsão de duração de uma hora, a atividade terá ingressos gratuitos, distribuídos na bilheteria com uma hora de antecedência.


Os encontros seguirão até o mês de dezembro, com a participação de renomados autores finalistas e ganhadores do Prêmio Jabuti, como Pedro Bandeira, Aline Bei, Itamar Vieira Junior, Jeferson Tenório e Conceição Evaristo. Os escritores abordarão temas ligados à Literatura, criação, formação do autor e abordarão como produzir obras nos diversos gêneros da ficção e não ficção. O mês de dezembro contará ainda com um encontro especial, com o autor contemplado com o Livro do Ano de 2023.


“Esta edição dos Encontros com Autores será uma ótima oportunidade para promover a interação de pensamentos entre os escritores contemplados pelo Jabuti e o público. Eles nos concederão um amplo panorama da expressiva criatividade e sabedoria literária brasileira contemporânea, abrangendo toda a sua riqueza de perspectivas”, afirma a presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), Sevani Matos.


“É com entusiasmo que anunciamos este evento cultural tão significativo, que é uma plataforma para celebrar a literatura brasileira e proporcionar aos leitores a oportunidade de se conectar com os escritores. Além de evidenciar a capacidade do livro em ser um veículo para tornar o conhecimento e a arte mais acessíveis e democráticos”, ressalta Hubert Alquéres, curador do Prêmio Jabuti 2023.


Confira abaixo a programação completa.


Programação “Encontros com Autores 2023”, no Theatro Municipal de São Paulo:

21 de setembro, quinta-feira, 19h

Encontro com Luiza Romão - Mediação de Ruan de Sousa Gabriel


Luiza Romão é poeta, atriz e slammer. Mestra em Teoria Literária e Literatura comparada pela Universidade de São Paulo com um trabalho sobre poetry slam, voz, performance poética e spoken word no Brasil. Há quase uma década, participa do movimento de slam e saraus da cidade de São Paulo, tendo sido vice-campeã brasileira em 2014 (SLAM BR). É autora dos livros: “Também guardamos pedras aqui” (Editora Nós/2021; vencedor do Prêmio Jabuti 2022 de Livro do Ano e na categoria Poesia; e semifinalista do Prêmio Oceanos), “Nadine” (Editora Quelônio/2022), “Coquetel Motolove” (selo doburro/2014) e “Sangria” (selo doburro/2014; edição bilíngue português-espanhol). Responsável pela mediação, Ruan de Sousa Gabriel é formado em Jornalismo e Filosofia pela Universidade de São Paulo. Foi repórter e colunista de livros na revista Época. Desde 2018, é repórter de Cultura do jornal O GLOBO, em São Paulo.


5 de outubro, quinta-feira, 19h –


Encontro com Pedro Bandeira - Mediação de Maria Fernanda


Pedro Bandeira, a Personalidade Literária do Prêmio Jabuti 2023, nasceu em Santos, São Paulo, em 1942, e trilhou um caminho multifacetado antes de se estabelecer como um escritor notável. Sua trajetória inclui trabalhos no teatro profissional, tanto como ator quanto como diretor e cenógrafo. Ele também desempenhou funções de redator, editor e ator em comerciais de televisão. Em 1972, teve suas primeiras histórias infantis publicadas em revistas da Editora Abril. A partir de 1983, dedicou-se exclusivamente à escrita, marcando o início de uma jornada literária com a publicação do livro "O Dinossauro que Fazia Au-Au". A jornalista Maria Fernanda Rodrigues, que será mediadora do encontro, atua como repórter de Literatura e colunista do jornal O Estado de S. Paulo. É responsável pelas colunas Babel e Um Livro Por Semana. Ela também foi editora do PublishNews e fez assessoria de imprensa para editoras e eventos literários e culturais.


18 de outubro, quarta-feira, 19h.


Encontro com Aline Bei - Mediação de Cláudio Leal


Aline Bei nasceu em São Paulo, em 9 outubro 1987. É formada em Letras pela PUC-SP, em Artes Cênicas pelo Teatro Escola Célia-Helena e pós-graduada em Escritas Performáticas pela PUC-RIO. “O peso do pássaro morto”, finalista do prêmio Rio de Literatura e vencedor do prêmio São Paulo de Literatura e do prêmio Toca, é o seu primeiro livro. Em 2021, lançou seu segundo livro, “Pequena Coreografia do Adeus”, pela Companhia das Letras. O romance foi finalista do Prêmio Jabuti e do Prêmio São Paulo de Literatura e já vendeu mais de 100 mil cópias. Está sendo adaptado para o teatro por Tarcila Tanhã e foi adaptado para uma video-dança por Georgia Palomino e Suzane Rossan. Foi publicado em Portugal pela Particular Editora. Responsável pela mediação, Cláudio Leal é jornalista, colaborador da Folha de S.Paulo e doutorando em Teoria, História e Crítica de Cinema pela ECA-USP.


27 de outubro, sexta-feira, 19h.


Encontro com Itamar Vieira Junior - Mediação de Guilherme Sobota


Itamar Vieira Jr. é aclamado por seu notável romance "Torto Arado", que conquistou o Prêmio LeYa de 2018, o Prêmio Jabuti de 2020 e o Prêmio Oceanos de 2020. Nascido em Salvador, Bahia, em 1979, Itamar é geógrafo e doutor em Estudos Étnicos e Africanos pela UFBA. Seu romance "Torto Arado" é considerado um dos maiores sucessos da literatura brasileira das últimas décadas, cativando público e crítica. A obra foi traduzida em mais de vinte países e está prestes a ser adaptada para o audiovisual. Além disso, pela Editora Todavia, Itamar publicou também "Doramar ou a Odisseia: Histórias" e "Salvar o Fogo". A mediação ficará por conta de Guilherme Sobota, editor-chefe do PublishNews. Jornalista formado pela UFPR, Sobota atuou como repórter do Estadão por sete anos, cobrindo mercado editorial e literatura, bem como música, cinema, TV e artes visuais. Também foi coordenador de comunicação da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e, depois, jornalista freelancer de jornais, revistas e clubes de leitura. Ele também já trabalhou como produtor cultural e em assessoria de imprensa política. *Este encontro acontece na Sala do Conservatório na Praça das Artes.


16 de novembro, quinta-feira, 19h.


Encontro com Jeferson Tenório – Mediação de Raquel Cozer


Jeferson Tenório, autor nascido no Rio de Janeiro, em 1977, e atualmente radicado em Porto Alegre, é doutor em Teoria Literária pela PUC-RS e teve uma carreira literária rica e diversificada. Jeferson Tenório foi colunista dos jornais Zero Hora e Uol/Folha de S. Paulo, até abril de 2023. Além disso, ele foi professor visitante de Literatura na renomada Brown University, nos Estados Unidos. Sua obra literária inclui textos adaptados para o teatro e histórias traduzidas para inglês e espanhol. Ele é autor de obras como "Estela sem Deus" (2018) e "O Avesso da Pele" (2020), que não apenas ganhou o Prêmio Jabuti em Romance Literário de 2021, mas também teve seus direitos vendidos para países como Portugal, Itália, Inglaterra, Canadá, França, México, Eslováquia, Suécia, China, Bélgica e EUA. A mediação será feita pela jornalista e editora Raquel Cozer.

23 de novembro, quinta-feira, 19h.

Encontro com Conceição Evaristo - Mediação de Catita, “escrivinhadora” e professora


Maria da Conceição Evaristo de Brito nasceu em Belo Horizonte, em 1946, e migrou para o Rio de Janeiro, na década de 1970. Graduada em Letras pela UFRJ, trabalhou como professora da rede pública de ensino na capital fluminense. É Mestre em Literatura Brasileira pela PUC do Rio de Janeiro, com a dissertação “Literatura Negra: uma poética de nossa afro-brasilidade” (1996). Doutora em Literatura Comparada pela Universidade Federal Fluminense, com a tese “Poemas malungos, cânticos irmãos” (2011), na qual estuda as obras poéticas dos afro-brasileiros Nei Lopes e Edimilson de Almeida Pereira, em confronto com a do angolano Agostinho Neto. Participante ativa dos movimentos de valorização da cultura negra em nosso país, estreou na literatura em 1990, quando passou a publicar seus contos e poemas na série Cadernos Negros. Escritora versátil, cultiva a poesia, a ficção e o ensaio. Desde então, seus textos vêm angariando cada vez mais leitores. A escritora participa de publicações na Alemanha, Inglaterra e Estados Unidos. Seus contos vêm sendo estudados em universidades brasileiras e do exterior, tendo, inclusive, sido objeto da tese de doutorado de Maria Aparecida Andrade Salgueiro, publicada em livro em 2004, que faz um estudo comparativo da autora com a americana Alice Walker. Em 2003, publicou o romance “Ponciá Vicêncio”, pela Editora Mazza, de Belo Horizonte. Catita, a “escrivinhadora” e professora, fará a mediação desse encontro. Ela também é pesquisadora, editora, e co-fundadora do Coletivo de Escritoras Negras Flores de Baobá, além de sócia na Editora Feminas (desde 2022). Compõe suas obras, os livros Morada (Ed Feminas, 2019 - poemas), Notícias da Incerteza (Ed. Desconcertos, 2021 - crônicas) e Das Raízes à Colheita, em co-autoria com o coletivo Flores de Baobá (Ed Feminas, 2022).


7 de dezembro, quinta-feira, 19h.


Encontro especial com o autor(a) vencedor(a) do Livro do Ano de 2023. Mediação – Hubert Alquéres e Sevani Matos


O último encontro terá realização especial. Contará com a presença do autor contemplado com a premiação de Livro do Ano de 2023. A conversa será mediada pelo Hubert Alquéres, que foi presidente da Imprensa Oficial de São Paulo, de 2003 a 2011. Atuante nas áreas de cultura e educação há mais de 40 anos, tem uma história antiga com o mais importante prêmio do livro brasileiro: durante seis anos, coordenou a Comissão do Prêmio Jabuti na Câmara Brasileira do Livro (CBL). Iniciou sua carreira na área acadêmica como professor na Escola Politécnica da USP e no Colégio Bandeirantes. Foi secretário estadual e secretário executivo na Secretaria de Educação, além de ter presidido por quatro vezes o Conselho Estadual de Educação de São Paulo, do qual é membro desde 1998.​ Atua como vice-presidente da Câmara Brasileira do Livro há 12 anos. Preside a Academia Paulista de Educação e o Conselho de Administração do Museu AfroBrasil, e é membro da Associação Amigos da Biblioteca Mário de Andrade. A presidente da CBL, Sevani Matos, também participa deste bate papo que compõem a série de Encontros com Autores. Com mais de 20 anos de carreira nas áreas administrativa e comercial, com passagens por empresas nacionais e multinacionais, ela também atuou no setor gráfico de livros. Formada em Comunicação Social, Sevani possui MBA em Administração e Gestão de Negócios, além de especialização em Marketing Digital. Já trabalhou na Artmed Editora e, há mais de 16 anos, atua como diretora-geral na VR Editora. Foi eleita em 28 de fevereiro de 2023 para a presidência da CBL integrando a chapa “O livro nos une”, para o biênio 2023-2025. Sevani já ocupava o cargo de diretora na CBL.



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page