top of page

Você faz Amor numa Cama Suja?




Você não faria amor com quem ama em uma cama imunda... Isso é uma comparação engraçada, mas tem muito sentido e analogia, pois quando falamos de leitura estamos falando de prazer. Seu leitor não quer um livro “sujo”. E sim uma experiência agradável. “Limpar” seu livro é tornar a mesma coisa com o mesmo objetivo só que limpo, organizado e atraente a leitura. Uma noite de amor em uma cama limpa e cheirosa. Uma leitura onde seu leitor se entrega ao prazer de mãos dadas com o autor. Pois como disse Sthepen King ( 400 milhões de livros vendidos).


E como você faz? O que deve organizar? Quais elementos? Quais etapas?

Vamos escritor, tamo junto! Veja logo abaixo:


Comece revisando o que já tem. Revise pensando que tem muita coisa errada, seja crítico, não aceite qualquer frase apenas por parecer “passável.”


A revisão literária é uma revisão mais profunda, que busca aprimorar o enredo, os personagens, o ritmo e a linguagem do livro. É uma etapa que pode envolver uma análise crítica do texto, identificação de pontos fortes e fracos e sugestões de melhorias para aprimorar a obra.

Grandes escritores geralmente dedicam tempo e atenção à revisão de seus textos, buscando aprimorar cada detalhe e garantir a qualidade de suas obras. Um exemplo é Stephen King, que é conhecido por revisar seus livros inúmeras vezes antes de publicá-los. King já afirmou que revisar é "a arte de cortar", e que essa etapa é fundamental para que o texto seja claro, conciso e envolvente.


Outro exemplo é J.K. Rowling, que também é conhecida por revisar exaustivamente seus livros. Rowling afirmou em entrevistas que revisa cada capítulo várias vezes antes de seguir adiante com o enredo, buscando aprimorar a narrativa, o diálogo e o desenvolvimento dos personagens.


Há técnicas para isso?


Sim, há diversas técnicas inclusive utilizadas por muitos escritores.

Uma técnica que muitos escritores utilizam é deixar o texto "descansar" por alguns dias antes de revisá-lo. Isso permite que o escritor volte ao texto com uma visão mais fresca e crítica, identificando erros e melhorias que não havia percebido anteriormente.


Outra técnica é a leitura em voz alta, que ajuda a identificar problemas de fluência e ritmo na narrativa. Alguns escritores também recorrem a profissionais de revisão e edição para obter uma análise crítica e sugestões de melhoria para suas obras.


Em resumo, a revisão de texto e revisão literária são etapas fundamentais para aprimorar a qualidade da produção literária. Grandes escritores dedicam tempo e atenção a essas etapas, utilizando técnicas como revisão exaustiva, "descanso" do texto, leitura em voz alta e análise crítica de profissionais de edição e revisão para aprimorar seus textos e garantir a qualidade de suas obras.


Além dos escritores mencionados anteriormente, há muitos outros que valorizam a revisão e edição de seus textos como parte fundamental do processo de escrita.

Um exemplo é Ernest Hemingway, que costumava afirmar que "o primeiro rascunho de tudo é uma porcaria". Ele também costumava revisar seus textos diversas vezes, buscando aprimorar a concisão, o ritmo e a precisão de sua linguagem.

Outro escritor que valoriza a revisão é Margaret Atwood, que já afirmou que "revisar é onde a mágica realmente acontece". Ela costuma revisar seus textos várias vezes, buscando aprimorar a estrutura, a coerência e a profundidade de sua narrativa.

Já o escritor Neil Gaiman costuma revisar seus textos com foco no ritmo e na fluência da leitura. Ele utiliza a técnica de leitura em voz alta para identificar problemas de ritmo e repetições desnecessárias em sua narrativa.


Outros escritores como Virginia Woolf, Jorge Luis Borges e James Joyce também dedicavam muito tempo e atenção à revisão e edição de seus textos, buscando aprimorar cada detalhe e garantir a qualidade de suas obras.


Cuidando da “limpeza do enredo”

A organização do enredo é uma etapa fundamental no processo de escrita de uma obra literária, é a partir dela que a narrativa ganha forma e coerência.

Para organizar o enredo, o escritor pode começar definindo o arco dramático, ou seja, o conjunto de eventos que compõem a história e que levam o protagonista a passar por uma transformação. Em seguida, é importante definir os pontos de virada, ou momentos cruciais da história que levam a mudanças significativas na trama.

Uma técnica avançada de organização de enredo é a utilização de mapas de cena ou de personagens. Esses mapas ajudam o escritor a visualizar melhor as relações entre os personagens e os eventos que ocorrem ao longo da narrativa, permitindo uma maior coesão e fluidez na história.

Um exemplo de utilização de mapas de cena é da escritora J.K. Rowling, que costumava desenhar mapas detalhados dos cenários em que suas histórias se passavam, como a escola de magia Hogwarts em Harry Potter. Esses mapas ajudavam Rowling a manter a consistência da história e aprimorar a descrição dos cenários. É claro que você não precisa ser um desenhista profissional, e você pode unir imagens referências em pesquisa, por exemplo a fotografia de um castelo que pode não ser exatamente como o que imagina para a história, mas próximo ao cenário de seu castelo imaginado.

Outra técnica é a utilização de diagramas de trama, que ajudam o escritor a visualizar a estrutura da história e os momentos cruciais da narrativa. Esses diagramas podem ser simples, como uma linha do tempo com os principais eventos, ou mais complexos, com diversos elementos da narrativa interligados.

Um exemplo de escritor que utilizou diagramas de trama é o autor brasileiro de livros de fantasia Eduardo Spohr. Em seu livro A Batalha do Apocalipse, Spohr utiliza um diagrama complexo para visualizar a estrutura da história, incluindo os arcos dramáticos de cada personagem e a interligação entre os eventos.

Não tenha dúvida a organização do enredo é uma etapa fundamental na produção literária. Para organizá-lo, o escritor pode começar definindo o arco dramático e os pontos de virada da história. Técnicas avançadas, como mapas de cena e diagramas de trama, podem ajudar a visualizar a estrutura da história e aprimorar sua coerência e fluidez.



Vamos ajudar na organização do enredo e todas etapas, abaixo terá um cheklist que pode salva e usar sempre como guia e cumprir realmente cada etapa para seu livro tomar o caminho correto e sua história funcionar:


  • Definir o arco dramático

  • Identificar os pontos de virada

  • Criar um esboço do livro

  • Identificar possíveis problemas ou lacunas no enredo antes de começar a escrever

  • Desenvolver os personagens e suas relações

  • Definir o tom e o estilo da narrativa

  • Utilizar a técnica do mapa de cena ou do diagrama de trama para visualizar a estrutura da história

  • Estabelecer um ritmo adequado para a história

  • Revisar e ajustar o enredo para garantir sua coesão e fluidez




Quer um bônus ? Veja lista de como gigantes da Literatura se organizam e que técnicas usam:


1. J.K. Rowling: Utilização de mapas detalhados dos cenários em que suas histórias se passavam.


2. Eduardo Spohr: Utilização de diagramas de trama complexos para visualizar a estrutura da história.


3. Stephen King: Criação de esboços detalhados e revisão frequente do enredo para garantir sua coerência.


4. George R.R. Martin: Desenvolvimento dos personagens e de suas relações para garantir a profundidade da história.


5. Paulo Coelho: Utilização de uma estrutura simples e direta, com um objetivo claro para a história.


6. Gabriel García Márquez: Utilização da técnica do realismo mágico para dar um tom único e intrigante à história.


7. Agatha Christie: Utilização de pistas e reviravoltas para manter o interesse do leitor e garantir a coesão da trama.


8. Ernest Hemingway: Utilização de um ritmo dinâmico e conciso para garantir a fluidez da história.


9. Virginia Woolf: Utilização de técnicas narrativas experimentais para criar um estilo único e cativante.


10.William Faulkner: Utilização de técnicas narrativas complexas, como o fluxo de consciência, para criar uma narrativa profunda e instigante.



 

300 autores já foram acompanhados por nós em nossa longa jornada no mercado de livros.

Desde ajuda com a finalização do texto até o Marketing de um belo livro já impresso chegando às mãos de leitores pelo Brasil!




33 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page