Por que quero ser escritor?

June 25, 2019

 

 

 

 

É bem provável que essa pergunta já passou por sua cabeça mesmo que não tenha concluído seu primeiro livro. Talvez a resposta não venha tão cedo, não inteiramente, completinha. A verdade que ser escritor não difere em ser qualquer outra coisa. As chances de um grande sucesso são quase as mesmas.

 

Mas devemos lembrar que vivemos em um momento que o tempo é insubstituível e muitas vezes baterá aquela dúvida sobre ser saudável ou não continuar a escrever. Bem, vamos falar do tempo em relação a escrita. Ele é fundamental para o desenvolvimento; sem tempo não há como desenvolver um livro, é fato. É preciso de um montante de horas para se fazer um livro e esse tempo não volta de fato. O tempo ficará perpetuado em seu livro.

 

 

Mas e se esse livro não vender nada e ninguém se importar?

 

 

 

É de se esperar que haja muito receio a lançar um livro. As pessoas não saem simplesmente correndo atrás de livros de autores desconhecidos, não há como negar. Então deve se ter maturidade, pois as vendas serão em princípio poucas e é bom que se reconheça isso o quanto antes. Uma coisa importante também é não pegar esse livro que representa você e teve o custo de seu tempo e pô-lo de qualquer maneira no mercado. Depois de pronto, cuide para que tenha uma boa capa, “esteja bem vestido”, a capa do livro é sua roupa. Você não apresentaria sua nova namorada ou namorado à sua família com uma roupa maltrapilha, não é? Não deixe que ele vá as mãos de seu leitor com erros por falta de revisão, invista um pouco (aliás é um só investimento para um livro que será público e representará você para sempre.) Mas continue comigo... Voltemos ao ponto em que você está com medo do livro não ter a atenção que acredita merecer. Imagine que seu livro vendeu só 20 exemplares e você pensa: “Isso foi pura perca de tempo.” Você pode estar certo. Mas será que é o correto a se pensar?! Bem, vamos ver uma coisa.

 

 

 

E o que aconteceu com esses vencedores?!

 

 

J.K. Rowling

 

 

Uma das escritoras mais famosas do mundo seu histórico de rejeição foi bastante divulgado. Mas lembre-se, a autora de Harry Potter teve o manuscrito do primeiro livro recusado não uma ou duas vezes, e sim 12 vezes! Até que uma editora resolveu dar a chance e voilá! virou um fenômeno rapidamente no mundo inteiro, com série de livros, filmes, brinquedos, roupas, peça de teatro e até mesmo parques temáticos. Hoje talvez J k Rowling ponha a cabeça no travesseiro e pense no medo e dúvida que teve ao escrever lá no início dessa exuberante história de sucesso. Algo que saiu da sua cabeça e de sua solidão, algo que só ela acreditava a levou a deter mais 3 bilhões de reais em direitos autorais!

 

 

Agatha Christie

 

 

 

Essa é boa! Imagine o cidadão rejeitar A Rainha do Crime que, segundo o Guiness Book, é a romancista mais bem sucedida da história da literatura popular mundial, tendo vendido nada mais nada menos que cerca de quatro bilhões de cópias ao longo dos séculos XX e XXI... Pois é, foi rejeitada por seis editoras antes que uma que era saudável da cabeça a aceitasse. E, mesmo assim, quando seu primeiro livro foi publicado, vendeu apenas 2 mil cópias com muito esforço. Apenas seis anos e três romances depois Agatha começou a se tornar o fenômeno editorial que nos encanta quase 100 anos depois. Imagine o editor jogando o original de Agatha Christie na lixeira!

 

Stephen King

 

 

O mestre do terror teve um início difícil. Carrie foi seu primeiro livro, cujo esboço ele jogou no lixo por não conseguir acreditar da história. Até que sua esposa tirou os papeis da lixeira e o mandou terminar. No entanto, 30 editoras recusaram seu original por acharem a história fraca e com tendência ao fracasso. Até que uma editora de médio porte aceitou a publicação, que não vendeu muito de início. Em seguida ele teve dificuldades de publicar um dos seus maiores sucessos, O Iluminado. Alguns anos depois King alcançou o sucesso que perdura até hoje. O patrimônio de Stephen King gira em torno de 1 bilhão e 500 milhões de reais.

 

 

E se não houver dinheiro, ainda haverá recompensas?!

 

 

 

 

 

Você pode realmente não alcançar esses números, e seus números podem ser muito pequenos mesmo... aí vem a pergunta: valeria a pena mesmo já sabendo disso?... Do nosso ponto de vista, sim. Veja, primeiro não se sabe onde a coisa pode dar, e isso já uma aventura. J. k Rowling podia muito bem ter acreditado em uma da dúzia de renúncias que teve e boom: não teríamos Harry Potter, nem ela seus 3 bilhões. Mas o por que ainda vale a pena escrever? Bem, seu cérebro fica mais potente, diversos estudos mostram que o cérebro de quem lê e escreve fica mais poderoso; a criatividade, a encontrar resoluções, a empatia e ainda é uma arma contínua contra a depressão. Isso já bastaria! Mas sei que podem querer mais então: Os que escrevem terão muito mais chances em concursos públicos; terão uma coisa poderosa a acrescentar em seu currículo (caso tenha um livro publicado); será visto como alguém diferente e intelectualmente valorizado, mas lembre-se não publique um livro feio. E aí, ainda com vontade de ser escritor?! Espero que sim.

 

Então se quiser podemos ajudar a você a ter um livro bonito, já fizemos para centenas de autores e eles e seus leitores amam a capa que fizemos pra eles. Dê uma olhada não custa nada. Fazemos ainda diagramação revisão e booktraileres para divulgar seu livro como um trailer de cinema. Bem podemos mandar detalhes de nossos serviços e um orçamento sem compromisso e só clicar aí embaixo!

 

 

 

Clic aqui

 

 

Se quiser receber artigos especiais assine grátis - assinar

 

Please reload

Featured Posts

Como encontrar seu leitor na internet?

October 20, 2019

1/10
Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive