Eles se aposentaram em 10 anos com seus livros

Escrever seu livro é algo de fato empolgante, que te traz uma crescente sensação de poder. Arquitetar esse mundo que sai aos poucos de dentro de você para o mundo é realmente muito bom. E hoje a publicação não é mais um sonho distante. Está ao alcance de qualquer autor. Mas o fato é que viver de literatura é um desafio e tanto. Agora se elevarmos isso ao privilégio de se aposentar com seus livros temos de fato um mundo de sonhos. A lista abaixo é bastante especial. São 5 autores que se aposentaram em 10 anos de trabalho literário, ou seja, em 10 anos eles conseguiram criar um patrimônio líquido para viver o resto dos seus dias. (Aqui vamos considerar os 10 primeiros anos.) Alguns deles acredito ganhavam bem menos do que você ganha hoje. Então vamos contemplar essa lista desses caras que se aposentaram em 10 anos apenas com literatura. (É claro que muitos deles continuaram escrevendo mesmo depois de ganhar dinheiro suficiente para parar, mas aqui vamos contemplar apenas daqueles que conseguiram essa grana nos 10 primeiros anos, desde o lançamento de seu primeiro livro.




James Patterson


Depois que Patterson se aposentou da publicidade em 1996, dedicou seu tempo à escrita de romances. A maioria dos romances giram em torno de seu personagem Alex Cross, um psicólogo forense, que anteriormente trabalhou no Departamento de Polícia de Washington e no FBI, mas que agora trabalha como consultor de psicologia para o governo. Os livros com o personagem Alex Cross são seus romances mais populares e mais vendidos das séries de detetive dos Estados Unidos nos últimos dez anos. Patterson escreveu 130 livros em 38 anos. Seus romances estiveram 19 vezes consecutivas como Best-Sellers, segundo o jornal The New York Times, e detém o recorde do jornal The New York Times por ter os títulos de ficção de capa dura mais vendido por um único autor, num total de 63, que é também um recorde mundial. Seu primeiro livro foi lançado em 1993 e seu patrimônio com os royalties das vendas dos livros 10 anos depois, em 2003 era de (ajustada a inflação) ou seja o valor real: US $ 38 milhões de dólares. Esse valor é mais do que o suficiente para alguém se aposentar, mas não é nada comparado ao valor patrimonial alcançado 17 anos depois, nada menos do que R$ 3 bilhões. Isso mesmo! Você ouviu certo. 3 bilhões de Reais! James Patterson acertou em continuar escrevendo mesmo depois de conseguir sua “aposentadoria”, o que acha?





Dan Brow


Bem, a maioria das pessoas se lembra imediatamente de o Código da Vinci, e é natural, pois o livro era visto por todo lado. O livro era muito polêmico e a Igreja ficou de cabelos em pé e quanto mais a Igreja fazia críticas severas mais alavancava as vendas, para a alegria de Dan Brow. O livro vendeu até aqui (2020) um total de 81 milhões de cópias. Mas tudo começou com outro livro Fortaleza Digital em 1998. De 1998 a 2008 Dan Brow vendeu cerca de 47 milhões de livros ajustada a inflação US $ 80 milhões de dólares o que é uma boa grana para parar com tudo e só viajar por aí. Hoje seu patrimônio está na casa dos R$ 818 milhões também valeu muito continuar escrevendo. E quem quer parar?!




John Green


O primeiro livro de Green, Quem é Você Alasca? foi lançado em 2005 , pela Dutton Children's Books, um romance adolescente inspirado em coisas que ele viveu na escola Indian Springs. O livro recebeu o prêmio Michael L. Printz da American Library Association. Seu segundo trabalho O Teorema Katherine (Dutton), foi lançado no ano seguinte. Assim como seu predecessor foi muito bem recebido pela crítica.

Em 2008, junto com os autores Maureen Johnson e Lauren Myracle, Green ajudou a escrever Deixe a Neve Cair (ed. Speak: The Penguin Group), que contém três histórias interconectadas, incluindo uma escrita por Green.


Ainda em 2008, seu terceiro trabalho, Cidades de Papel, estreou na quinta posição na lista de best sellers do The New York Times, sendo que este livro foi, em 2015, adaptado para filme. Em 2009, Cidades de Papel foi premiado com o Edgar Award de "Melhor Livro para Jovens Adultos" e o Corine Literature Prize de 2010.


Seu sexto livro, A Culpa é das Estrelas, foi lançado em janeiro de 2012. Ele recebeu, para fazer este livro, grande ajuda de sua editora Julie Strauss-Gabel. Green afirmou que várias partes de The Sequel (um livro que ele tinha começado a trabalhar e depois abandonou) acabaram em A Culpa é das Estrelas. Green assinou cerca de 150 000 cópias da primeira tiragem. O livro ficou no topo da lista dos mais vendidos do The New York Times por duas semanas entre janeiro e fevereiro de 2012. A Culpa é das Estrelas também foi adaptado para um filme, de mesmo título, lançado nos Estados Unidos em 6 de junho de 2014 e foi um sucesso de bilheteria.

Ok então qual era o patrimônio líquido de John Green em 2015 quando se completou 10 anos do lançamento de seu primeiro livro em 2005? Em 2015 John Green acumulará um patrimônio líquido de US $ 11 milhões, o que daria para ele se aposentar em Terras Tupiniquins tomando caipirinha com R$ 38,5 milhões.





PAULO COELHO



É claro que não podíamos esquecer dele, não é mesmo. Goste ou não ele é o brasileiro que mais faturou com livros em todos os tempos. Hoje com um patrimônio inacreditável veja mais no artigo Paulo Coelho. Por que esse carioca conseguiu ganhar R$ 2,5 bilhões com seus livros. Mas quanto ele ganhou na primeira década que é a ideia desse artigo. Será que conseguiria se aposentar. Sabemos que seu começo como escritor não foi fácil A edição do seu primeiro livro foi em 1982, Arquivos do inferno, que não teve a repercussão desejada. Lançou o seu segundo livro O Manual Prático do Vampirismo em 1985, que logo mandou recolher, considerando o trabalho de má qualidade. Conforme suas próprias palavras, confessa: "O mito é interessante, o livro é péssimo".


Católico não praticante, em 1986, Paulo Coelho conheceu a viagem de peregrinação pelo Caminho de Santiago. Percorreu quase 800 quilômetros do sul da França até a cidade de Santiago de Compostela, na Galiza, experiência de que retirou detalhes para o seu livro O Diário de um Mago, editado em 1987.

No ano seguinte, 1988, publicou O Alquimista, que teve uma lenta vendagem inicial, o que provocou a desistência do seu primeiro editor. Mas nós sabemos muito bem onde iria dar o Alquimista.

Mas se Paulo Coelho lançou seu primeiro livro Arquivos do inferno em 1982 e foi um fracasso, será que em 1992 houve vendagem suficiente para aposentá-lo? Bem talvez o brasileiro seja o primeiro caso de quem não conseguiria se aposentar. Veja, se compararmos é claro com os padrões acima a quantia seria muito inferior. Até daria para aposentar mas teria que tomar todo cuidado, pois Paulo Coelho tinha 45 anos em 1992 hoje está com 73 anos. A vida deveria ser bem regrada para se aposentar em 1992 quando ele teria em ganhos com vendas de livros trazendo para o valor atual cerca de R$ 2 milhões. É um bom dinheiro com um custo de vida nada extravagante até daria para aposentar, mas bem diferente dos autores anteriores, não é? Mas Paulo Coelho, como os outros continuou escrevendo e aí está o ponto interessante: se ele ganhou muito menos nos primeiros 10 anos no restante da carreira ele estourou, batendo a casa de lucros por volta de R$ 2.5 bilhões. Como vocês podem ver no artigo Paulo Coelho. Por que esse carioca conseguiu ganhar R$ 2,5 bilhões com seus livros.




Patrícia Cornwell


Seu primeiro livro, intitulado Postmortem, foi publicado em 1990, o livro foi rejeitado por sete grandes editoras, porém após a sua publicação ganhou os prêmios Edgar, Creasey, Anthony e Macavity Awards além do francês Prix du Roman d’Aventure em um único ano, e em seu primeiro livro. O sucesso foi tamanho que Patricia começou uma série de livros protagonizados pela médica-legista Kay Scarpetta. Em 1999 a personagem Kay Scarpetta venceu o Sherlock Award por Melhor Detetive. Ela faturou de 1990 aos anos 2000 cerca de U S$ 7 milhões de dólares com a venda de seus livros é claro que teríamos uma vasta lista de autores e muitas mulheres inclusive, mas vamos parar por aqui por enquanto. E que sirva de inspiração para você que está aí escrevendo com pouca grana, em 10 anos a situação pode ser outra.




Se gosta de postagens como essa se inscreva em nossa lista para receber nossa newsletter exclusiva- Assinar


114 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo